É Bom Saber

Novembro Azul: homens, cuidem-se!

By novembro 10, 2021 No Comments

Aqui no Brasil, a expectativa média de vida masculina é 7 anos menor do que a feminina. Mas a tendência de as mulheres morrerem mais tarde não é exclusividade do nosso país: é global.

E não é coincidência. Uma das razões é que os homens negligenciam mais as visitas aos médicos e os exames de rotina.

Por isso a importância da campanha Novembro Azul.

Qual a intenção do Novembro Azul?

 

A campanha começou muito focada na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. Mas, até por conta das estatísticas desfavoráveis comentadas acima, já se estende para os diversos tipos de cuidados com a saúde masculina. Incluindo a mental.

Aproveitando para quebrar alguns paradigmas e preconceitos (por exemplo de que o homem não deve se mostrar vulnerável), a intenção maior é criar consciência de que ele precisa e deve buscar ajuda dos vários profissionais da área médica.

Que tipo de cuidados a campanha procura estimular?

Tudo que for ligado à prevenção e/ou detecção precoce de doenças de forma que possa potencializar as chances de cura e/ou estabilidade dos quadros, por exemplo:

• Exames com resultados rápidos, como sífilis, hepatite e HIV;
• Exames de rotina, como pressão, hemograma completo, urina, glicemia;
• Hábitos saudáveis – começando pela verificação do perímetro abdominal e pelo teste de IMC;
• Tratamentos para questões emocionais;
• Tratamentos contra dependências químicas;
• Vacinas em dia etc..

E sobre o câncer de próstata?

Sim, ele ainda é um dos pontos principais da campanha. Até porque é o tipo de câncer mais comum no universo masculino. E mata um homem a cada 38 minutos aqui no país.

Por isso o Novembro Azul busca divulgar conhecimentos importantes, como:

  1. A única maneira de garantir a cura dessa doença é com o diagnóstico precoce porque, quando os sintomas aparecem, ela já está em fase
    avançada.
  2. Os fatores de risco são: idade, ser negro, ser obeso ou ter histórico desse tipo de câncer em familiares próximos, como pai, irmão ou tio.
  3. Todos os homens acima de 50 anos e os que têm mais de 45, mas fazem parte do grupo de risco, devem conversar com um urologista
    sobre: o exame de toque retal, o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico) e a frequência com que precisam retornar para as próximas avaliações. Isso depende de cada caso e pode variar entre de ano em ano ou até de 4 em 4 anos.

Clínica Galdino Campos – sempre apoiando a promoção da saúde.

Como uma clínica tradicional do Rio, a Galdino Campos não poderia deixar de participar dessa campanha, trazendo informações que podem fazer a diferença na vida das pessoas.
Por isso preparamos este artigo. E sugerimos que você o compartilhe com todos os amigos, parentes e conhecidos do sexo masculino. Quanto mais gente consciente sobre isso, mais chance de a gente vencer esses inimigos da saúde azul.

Leave a Reply


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0