É Bom Saber

Micose: sintomas, diagnóstico e tratamento.

By março 26, 2019 No Comments

Durante o verão, costumamos frequentar diversos espaços coletivos, como praias e balneários, que nos deixam vulneráveis às doenças de pele. Um dos problemas mais comuns é a micose que, apesar de ser um problema de tratamento simples, pode gerar complicações se não for acompanhada e tratada devidamente. Neste artigo responderemos as principais dúvidas sobre as micoses, seus sintomas, tratamento e prevenção.

1- O que são as micoses?

Há muitos tipos de micoses que podem afetar o ser humano. Atingindo a pele, as unhas e o cabelo, são infecções causadas por fungos que se alimentam da queratina, principal elemento que compõe essas partes do corpo. Quando encontram condições de umidade, calor, baixa imunidade, entre outro fatores, os fungos se proliferam, causando as micoses.

2- Quais são os principais sintomas?

Os principais sintomas de contaminação por fungos são, além de coceira intensa e dor, manchas vermelhas ou brancas que se localizam, principalmente, em áreas mais quentes e úmidas do corpo, como mucosas, virilha, entre dedos e nas dobras dos braços e pernas, além das solas dos pés e palmas das mãos. Entre os dedos, a contaminação pode levar a fissuras, agravando ainda mais o quadro.

3- Quais são os locais mais comuns de contaminação?

Os locais com maior risco de contaminação são os de uso coletivo e que envolvem umidade, e forma geral. Duchas de academia, praia e piscinas coletivas são excelentes disseminadores de micoses. Por isso, no verão as micoses se tornam mais frequentes, já que se frequenta mais esses ambientes, que somados ao calor da estação, propiciam a progressão das micoses.

4- Como prevenir a contaminação?

A prevenção passa, principalmente, por cuidados simples, mas que devem se tornar parte da rotina. Usar chinelos ao usar duchas coletivas, evitar deitar diretamente na areia da praia, evitar o uso de roupas apertadas e de tecidos sintéticos por longos períodos, enxugar-se bem após o banho, não compartilhe peças de roupa e evite manter-se suado por muito tempo.

5- Como é feito o tratamento das micoses?

Há uma ampla gama de medicamentos para o tratamento de micoses, mas é preciso diagnóstico médico de um dermatologista ou clínico geral para identificar a origem da infecção, já que a infecção fúngica pode ser um indício, por exemplo, de imunodeficiência. Após diagnóstico preciso do tipo de fungo, o médico indicará o tratamento ideal; vale lembrar que não só não há evidências científicas de que tratamentos caseiros a base de limão funcionem, como essas misturas podem agravar as lesões da micose, evoluindo, em alguns casos, com queimaduras.