É Bom Saber

Tudo o que você precisa saber sobre Gastroenterite

By dezembro 3, 2019 No Comments

Dores abdominais, diarréia, anorexia, vômitos e uma série de outros sintomas fazem parte
do processo inflamatório chamado Gastroenterite. Esse problema, geralmente decorrente
de uma infecção, precisa ser acompanhado de perto, desde os primeiros sintomas, porque
está associado a quadros de desidratação e, em situações mais graves, hemorragias.
Confira abaixo algumas perguntas e respostas que esclarecem o diagnóstico, tratamento e
prevenção da gastroenterite.

1- O que causa a gastroenterite?
A Gastroenterite pode ser causada por uma série de fatores. As mais comuns são causadas
por vírus, como o rotavírus, que atingem principalmente crianças e pessoas com
imunodeficiências. Apesar disso, infecções bacterianas também são causadoras comuns,
que podem gerar o processo inflamatório, muitas vezes relacionado à imunidade do próprio
paciente e ao autocontrole da microbiota intestinal. Parasitas também estão entre as causas
e, essa variedade de patógenos torna o diagnóstico mais complexo. Outra possibilidade é
que a inflamação evolua após o consumo de medicações ou toxinas, embora estes casos
sejam mais raros.

2- Como ocorre a transmissão?
A transmissão ocorre de forma específica em cada caso. Em infecções virais, como do
rotavírus, que é altamente contagioso, a contaminação acontece via oro-fecal, ou seja, o
contato com as secreções oriundas da infecção e o trato gastrointestinal de quem está
saudável pode determinar o contágio. Em bactérias é muito comum que a contaminação
aconteça após a ingestão de alimentos contaminados; outros casos estão associados ao
descontrole da microbiota intestinal. Os parasitas, por sua vez, são transmitidos no
consumo de água contaminada ou no contato interpessoal.

3- Quais são os principais sintomas?
Os principais sintomas, que alcançam o espectro das contaminações virais, bacterianas e
parasitárias, são as dores abdominais, como a cólica aguda, vômito, anorexia (falta de
apetite), quadro de desidratação, diarréia aguda.; eventualmente podem ocorrer dores de
cabeça e febre.

4- Quais são os cuidados para prevenir a gastroenterite?
A prevenção depende a identificação do patógeno. As orientações gerais são consumir
apenas água filtrada e alimentos com procedência verificada, dentro da validade e
devidamente higienizados. Evite contato direto com fluidos de paciente já diagnosticado e
nunca faça automedicação. Neste caso, em especial, evita que você promova
gastroenterites de origem medicamentosas. Em geral, hábitos adequados de higiene já
minimizam bastante as chances de contaminação.

Fonte: SUS – Saúde de A a Z