É Bom Saber

Glaucoma: sintomas, diagnóstico e tratamento.

By janeiro 6, 2020 No Comments

O Glaucoma é a principal causa de cegueira irreversível no mundo e atinge milhares de pessoas. Apesar disso, é possível diagnosticar a tratar o glaucoma antes que ele se torne um problema grave. Conversamos com o nosso oftalmologista Dr. Felipe Galdino Campos sobre o diagnóstico e o tratamento. Confira:

1- O que é Glaucoma?
Glaucoma é uma alteração da estrutura do nervo óptico (NO).

2- O que é o NO?
O olho está localizado na órbita, estrutura óssea que contém o globo ocular. A retina, fina membrana que recobre a parte interna do globo ocular (olho) é responsável pela captação da informação luminosa (imagem) e transmissão dessa informação para o cérebro, através do NO. Então, o nervo óptico é a estrutura que faz a ligação entre o olho e o cérebro. 

No glaucoma, seja ele de pressão normal ou pressão elevada, esse elo de comunicação entre o olho e o cérebro se danifica, impedindo que seja feita a transmissão da informação de forma adequada. A principal causa de glaucoma é a pressão intraocular (PIO) elevada e é por essa razão que foi incorporado ao exame oftalmológico de rotina. 

3- Quais são os riscos do glaucoma para a visão?
O glaucoma é uma doença silenciosa e perigosa deixando milhares de pessoas cegas todos os anos. É uma doença altamente incapacitante, mas possível de controlar.

4- Como é feito o diagnóstico?
O diagnóstico do glaucoma é sempre um desafio para o oftalmologista e, algumas vezes, pode levar algum tempo para ser fechado. Isso ocorre porque a lesão do NO se dá lentamente e os sintomas somente aparecem no estágio final da doença, onde pouco podemos fazer. A importância de consultas regulares, de realizar e GUARDAR os exames complementares e seguir a recomendação médica é enorme. O tempo de evolução é muito importante no fechamento do diagnóstico.

Se você está sendo investigado ou se você tem recomendações de retornos periódicos não deixe de ir às consultas e nem de guardar os exames realizados; o seu passado, no caso do glaucoma, é muito mais importante do que o presente.

5- É possível controlar o glaucoma?
Sim, é possível. Temos um grande arsenal de medicações para o controle da pressão.  Existem exames complementares de alta tecnologia para o acompanhamento e diagnóstico e, nos casos mais avançados, a cirurgia.

Uma mensagem final é que, se você já teve diagnóstico de glaucoma ou apenas uma suspeita, escute o seu oftalmologista, use os medicamentos e guarde os exames. Glaucoma é um problema crônico como a diabetes, a pressão arterial elevada e o hipo/hipertireoidismo precisa de acompanhamento e tratamento por toda a vida.

 

Oftalmologia

Dr. Felipe Galdino M. Campos

CRM 52.81148-3