É Bom Saber

Candidíase: sintomas, diagnóstico e tratamento

By abril 17, 2019 No Comments

Causada por uma infecção fúngica, a doença causa desconforto e afetar a rotina do portador, podendo afetar outros órgão além dos genitais, não fazendo distinção entre homens e mulheres, embora seja mais comum no segundo caso. Confira as respostas da nossa ginecologista, Dra. Rafaela Brito.

1- O que é a candidíase e o que causa a candidíase? A candidíase é uma infecção causada por fungos do gênero Candida, mais comumente pela C. albicans, que tem como principais sintomas a coceira, dor e vermelhidão na vulva e na vagina, além de um corrimento branco grumoso, semelhante a coalhada.
Fungos como a Candida frequentemente colonizam as mucosas de seres humanos, e fazem parte da microbiota normal da vagina. A infecção ocorre quando há um desequilíbrio na microbiota vaginal ou nos mecanismos de defesa, levando a um aumento da população dessa levedura.

2- O que fazer para diminuir as chances de desenvolver a infecção? Evitar uso de antibióticos e corticoides desnecessários; mulheres diabéticas devem manter um bom controle glicêmico; manter uma alimentação balanceada, pobre em carboidratos simples (pão branco, arroz, massas, doces); evitar passar longos períodos com roupa de banho de úmida; usar calcinhas de algodão; evitar o uso de “protetores de calcinha”.

3- A candidíase pode se manifestar em homens? Sim, apesar de ser muito mais comum em mulheres, homens também podem desenvolver a candidíase, apresentando sintomas semelhantes aos das mulheres, como coceira, vermelhidão e edema no pênis.

4- Como tratar a infecção? O tratamento é realizado com cremes ou óvulos vaginais contendo agentes antifúngicos, como miconazol ou clotrimazol.

5- A candidíase pode ser transmitida? Sim. A doença pode ser transmitida entre parceiros sexuais, e é recomendado abstinência sexual enquanto o paciente estiver sintomático e durante o tratamento.

GINECOLOGISTA
Dra. Rafaela Brito
CRM 5201083651